30/10/2016

Livramento de morte no parto “Graças a Deus, deu tudo certo.”

FOTO: Ricardo Emerick
Maria de Lourdes da Silva Oliveira, mora no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste do Rio e, relata que a sua neta Ludmila, de 2 anos, nasceu prematura devido a mãe Joice, de 19 anos, ter passado mal com eclampse em casa antes do parto, em 2014.
“Meu filho Jeferson me chamou e disse: “minha irmã está morrendo”. Eu já conhecia a Igreja Mundial do Poder de Deus e vi inúmeros milagres que Deus tem feito nesse ministério, dobrei o meu joelho e disse: “Deus do Apóstolo Valdemiro Santiago, salva minha filha!”. Depois liguei para o bombeiro e fomos para a Maternidade Leila de Diniz, que fica no bairro de Curicica, Jacarepaguá, Zona Oeste. A doutora disse: “se a pressão dela não baixar, vamos salvar o bebê”. Eu disse: “doutora, seja feita a vontade de Deus”.
Maria descreve que passou a tolha “Se Tu Uma Bênção” na filha antes de ser levada para a sala de parto e afirmou que não demorou muito, a neta nasceu e foi levada para a incubadora. “Minha filha Joice teve parto de cesárea. Graças a Deus, deu tudo certo”.
(Matéria de: Dorcas Ramos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta matéria.