30/10/2016

38 anos, fui dependente da bebida “Não nos falta nada, graças a Deus.”

FOTO: Ricardo Emerick
Meu nome é José Erilan Xavier dos Santos, tenho 48 anos, moro no bairro de Nova Iguaçu, Miguel Couto, Baixada Fluminense. Aos 12 anos, comecei a beber. Com o passar dos anos, eu ficava quase 24 horas bêbado. Por várias vezes, tentava parar mas, não conseguia, a abstinência me dominava. Mesmo sem dinheiro para o vício, os companheiros me emprestavam. Eu não tinha mais o respeito das pessoas, a minha própria filha Samara, de 11 anos, quando eu chegava em casa, pedia para a mãe, Solange F. Mendonça, 44 anos, leva-la para a casa da avó, pois não suportava ver aquela situação todos os dias.”
“Eu era um homem agressivo, nervoso, já havia tentado botar fogo em casa, mentia para minha esposa dizendo que ia para um lugar e saia para beber. Hoje, agradeço a Deus. Foi quando conheci o Deus vivo desse ministério, da Igreja Mundial do Poder de Deus, fui liberto. Foi em uma concentração que o Apóstolo Valdemiro Santiago realizou. Eu participei e, desde esse dia, já faz quatros anos que nunca mais bebi. Minha esposa tem outro milagre para falar.”
“Nossa vida financeira, há seis anos, estava no fundo do poço. Pela fé, eu peguei o carnê da oração incessante, para ajudar a obra da Igreja Mundial. Nosso comércio, que estava falindo, hoje se encontra prosperando. Tenho quatro casas lindas alugadas e, nosso comércio está de vento em popa. Todos os propósitos, nós participamos com uma oferta de um mil reais, não nos falta nada, graças a Deus”, declara Solange.
 Matéria de: Dorcas Ramos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta matéria.