29/12/2012

Em artigo, Dirceu diz que 2012 foi uma 'farsa político-jurídica e midiática'


Em artigo, Dirceu diz que 2012 foi uma 'farsa político-jurídica e midiática'
O ex-ministro José Dirceu afirmou, em artigo divulgado nesta sexta-feira (28), que o ano de 2012 foi a "concretização de uma farsa político-jurídica e midiática". O texto do petista, condenado a 10 anos e 10 meses de prisão no processo do mensalão, acusa o mais uma vez o Supremo Tribunal Federal (STF) de ter "trilhado o caminho do julgamento eminentemente político" e volta a dizer que foi condenado sem provas. "Nessa esteira, cometeu-se toda a sorte de inovações jurídicas: do ineditismo de um julgamento com dezenas de réus sem a possibilidade de duplo grau de jurisdição à utilização parcial de uma teoria jurídica para a dispensa de provas, na qual o próprio autor apontou equívocos de interpretação em sua adoção", escreve. Dirceu critica também o relator da ação, ministro Joaquim Barbosa: "Forjou-se um herói nacional, não pelas massas e movimentos sociais, mas das letras e imagens midiáticas".
(Informações Bahia noticias)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta matéria.