19/12/2012

Eleição UPB: fogo amigo e tapinha nas costas


Eleição UPB: fogo amigo e tapinha nas costas
Está pegando fogo dentro do PT a eleição para a presidência da União dos Municípios da Bahia (UPB). Em ano de eleições para governo, a entidade ganha um peso importante. O prefeito de Camaçari, o petista Luiz Caetano, atual presidente da UPB, lançou uma candidata fora do partido: Maria Quitéria (PSD), prefeita do município de Cardeal da Silva, no nordeste baiano. O vice-governador Otto Alencar (PSD) pretendia lançar seu correligionário Orlando Santiago, prefeito eleito de Santo Estevão, mas segundo conversas de bastidor teria retirado em troca do apoio à indicação de Gildásio Penedo à vaga no Tribunal de Contas do Estado (TCE). O secretário da Casa Civil, Rui Costa (PT), que também tem intenção de concorrer à sucessão de Jaques Wagner, entrou na briga. De início, acreditava-se que lançaria o petista Ricardo Machado, prefeito de Santo Amaro, mas nesta semana surgiu um nome forte dentro do Partido dos Trabalhadores: Bonifácio Dourado, eleito para governar Ruy Barbosa, cidade natal do vice-governador Otto Alencar. Há quem diga que Dourado agrada o PT e o PSD. 
Informações Bahia noticias. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta matéria.